Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Mãe’ Category

Ontem foi o dia das mães e passei o dia sozinha… Como sempre faço nos fins de semana, fui ao Janga, logo na sexta feira, me instalei, fui cumprimentada pelos animais, comi ao ar livre e no sábado fui visitar minhas irmãs mais velhas tipo 2ªs  mães, fiz o almoço, tomamos aperitivos e jogamos UNO (jogo de cartas bem animado).  Retornei para casa e passei a noite acordada participando de uma feira de passagens da Gol e comprei passagens para Manaus. No manhã do domingo dormi um pouco e logo levantei. Fique sozinha e fui lavar as roupas da semana. O telefone tocou e era o meu pai, me parabenizou pelo dia e pelas joias de filhas que criei…e me pediu desculpas pois iria sair e por isto não iria me chamar para a casa dele. Em seguida ligou a primeira filha. “Só agora ha pouco descobri que era o dia das mães!” porque no pais onde ela vive o dia das mães foi em fevereiro. Conversamos bastante e logo voltei a ficar só… Decidi fazer almoço para mim… Almocei e pelo telefone conversei com a segunda filha… pois também mora em ouro pais e sua ligação não estava boa… Decidi assistir um filme, “Banquete do amor”. Muito interessante, falando de escolhas e de amor… Quando terminei ligou a terceira filha… que também é mãe e conversamos um pouco mais. É muito estranho não? tres filhas, tres destinos diferentes e muitas, mas muitas milhas de distancias nos separando… Em outros tempos sentiria uma grande tristeza e choraria com saudades, mas agora não fiz isto. Me orgulh de tudo que minha familia conseguiu até agora, como se estas vitorias fossem minhas vitorias e suas estórias fossem minhas estorias e na verdade é. Acho que amadureci bastante e verifico que meu papel de mãe está modificado… não é encerrado, mas diferente. Não sou requerida para nada que faça uma mãe normal. Não sou uma mãe normal… E, pasmem! isto me deixa feliz… Agora sou principalmente avó!!!!! Hoje, é terça feira e o dia das mães ja é passado… e ja é o dia 12 de maio,  o Niver de minha 3ª filha. As filhas mais velhas tinham so 11 meses quando descobri que estava grávida de novo. Foi um grande susto: estava com dois bebês e iria nascer outro! Fui ao obstetra sentindo dores fortes, desconfiava-se de gravidez tubaria, mas felizmente não foi, era so meu organismo dizendo que não estava preparado pra outro bebê, tão cedo. Tivemos uma seção de conversas e la estava eu grávida e feliz… Na hora de nascer, parecia que ela insistia em não vir… mas com ajuda de uma cirurgia chegou: branquinha, cabeluda  e linda! E como ja previa, la estava eu com tres bebês (apenas um ano e meio de diferença entre elas). Digitalizar0004 Agora, ali estava uma Taurina perfeita: Forte, decidida,  perfeccionista, de temperamento forte, intensa no amor e exigente em questão de fidelidade. Digitalizar0003Assim foi esta menininha, durante os seus 33 anos hoje completos.  Digitalizar0002  Tivemos conflitos e sempre conseguimos administrar da melhor forma, hoje é ela já é esposa e  mãe, e que mãe! Com um filho de tres anos e meio, volta a ficar grávida e agora ja posso dizer que experiência e responsabilidade não lhe faltam para administrar junto com o marido, esta linda familia que esta se ampliando, com muito orgulho e muita alegria, fruto de muito amor e felicidade. Digitalizar0001 Presto aqui minha homenagem a esta filha que como as irmãs sempre me deu muito orgulho e me mostrou que foi capaz de crescer e traçar seu proprio caminho, administrando com maturidade, diferenças e conflitos  e utilizando todo o seu potencial de amor é capaz de fazer feliz com sua atenção e disponibilidade a todos que dela se aproximam. PARABÉNS MIRCIA! E QUE DEUS  ABENÇÔE A VOCE E SUA FAMÍLIA. Um beijo a TODOS

Read Full Post »

Estava hoje pensando nesses meus sessenta e dois anos de vida e comecei a imaginar a quantidade de amigos qe passaram na minha vida. Nunca fui tão fácil de fazer amizade, hoje sou um pouco mais, parece até que a idade nos libera.

Temos amizades interessantes ao longo de nossas vidas, quando vemos,de repente estamos nos afastando, trilhando caminhos diferentes e nos distanciando daqueles amigos-irmãos. Sim pois acho que o amigo é o irmão que escolhemos ja que os imãos que temos são irmãos que recebemos, escolhidos sabe Deus porque…Vamos estar ligados a ele para sempre, as vezes nos afastamos como nos afastamos dos amigos, mas o parentesco e as descendencias sempre nos fazem aproximar…

Conservo poucos amigos de muitos anos, por exemplo tenho tres amigas de mais de vinte anos, mas o meu convivio é mais com uma ou duas especificamente, a terceira é esporadicamente, mas a cada encontro é uma festa…

Com minhas irmãs também ocorre isto, tenho mais proximidades com umas qe com outras, isto porque contam as afindades, os interesses em comuns, etc…

É uma grande festa a cada mes quando nos encontramos para almoçar…isto faz parte de nosso calendário comum.

A distancia é muito ingrata conosco. Quando nos afastamos dos amigos, vamos criando outros ambientes e isto nos distancia mais daqueles que deixamos para tras. É isto que acontece com nossas filhos também… Se afastam de nós, constroem outras relações, outras amizades e muitas vezes nos vemos como simples expectadores de tudo isto.

Alguns amigos morreram, outros só perdemos de vista, mas sempre lembraremos dos bons momentos,  e as vezes sentimos falta, quando temos fotos, sempre é gostoso lembrarmos com carinho daquelas pessoas que de qualquer forma tiveram influencias em nossa existencia.

Aqui aproveito a oportunidade do saudosismo para homenagiar aquelas pessoas queridas que de alguma forma passaram por minha vida e a enriqueceram um pouco mais, em especial aos meus irmãos, filhas, genro  e netinho, alem de cunhados e sobrinhos, que são tão valiosos… não deixemos o tempo nos vencer, vamos nos encontrar sempre e amanhã quando alguns de nos ja tiverem ido, os que ficarem terão sempre motivos de boas lembranças do convivio frequente e carinhoso…

Beijos pra TODOS

Read Full Post »

Um novo ano

Oi gente

estamos aqui de novo, depois de uma grande ausencia.  É muito bom ter a oportunidade de me dirigir a muitas pessoas e dizer as coisas que saem do coração. Tenho me sentido muito só e creio que este ato de estar me dirigindo a muitas pessoas  me dá a sensação de estar muito bem acompanhada. A cada começo de ano tenho esta mesma sensação, faço novas reflexões, novas avaliações e tento mudar, melhorar cada vez mais…

A vida é muito cheia de surpresas, construimos nossas relações, nossas amizades e vamos passando por elas e dia a dia partindo pra outras. O mais importante de tudo é a forma como passamos e como saímos dela e como entramos em outras.

Temos compromissos desde o dia que nascemos, com nossos pais, nossos irmãos, nossos colegas de escola, vizinhos…

Crescemos, mudamos de escolas, de amigos, criamos novos elos de amizade, e mudamos nós mesmos pelo amadurecimento….

Encarar mudanças nem sempre é facil… temos que nos disponibilizarmos a elas, temos que pisar de leve para não machucar nem ser machucado e antes de tudo encarar tudo com muita naturalidade.

Tive muitas oportunidades na vida… Estudei, Trabalhei, Casei, Sou Dona de Casa, Sou Mãe, Sou Tia, Sou Sogra, Sou Avó, Sou Professora, Sou Amiga…UFA! Sou bastante comprometida…

Tenho uma imensa sensação de dever cumprido, mas ao mesmo tempo, eu  penso que ainda tenho muito o que fazer…   Pelas pessoas que fazem parte diretamente da minha vida, pelos jovens com quem convivo, pelas pessoas que Deus põe em meu caminho, por quem precisa de mim, pela natureza, pelo mundo…

O amadurecimento nos ensina muito e temos que tirar proveito disto…É importante que saibamos passar pela vida deixando um rastro perfumado, macio, agradável, para facilitar a vida de quem vem atrás de nós.

Hoje  reconhecemos que dar é muito melhor que receber e que quando aprendemos a escutar o nosso coração, nossas intuições vão sendo cada vez mais claras e presentes e nossa vida ai se tornando cada vez mais útil e cada vez melhor…

Na verdade o nosso grande objetivo aqui é evoluir e ser feliz!

Um abraço a TODOS

Read Full Post »

Este mes é cheio de atividades folcloricas e religiosas, que inicia com o culto a Santo Antonio, que é responsabilizado pelos seus “dotes casamenteiros”, e encerra com o Festival de Parintins-AM, com a disputa do boi-bumbá. Tem o dia dos namorados, que corresponde ao dia de Santo Antonio e o dia em que as moças solteiras faziam adivinhações e simpatias para descobrir o nome do seu amado. Até castigo para a imagem de Santo Antonio, como pendurá-lo de cabeça para baixo e so tira-lo de lá quando conseguir um casamento ou tirar a imagem do menininho que fica em seus braços e so devolve-lo com sua conquista do casório, etc. Um outro costume que é muito praticado pela Igrejas que distribuem aos pobres os famosos pãezinhos de Santo Antônio. A tradição diz que o pãezinhos deve ser guardado dentro de uma lata de mantimento, para a garantia de que não faltará comida durante todo o ano.

Uma das coisas que me chama mais a atenção são as comidas da época, todas feitas de milho, que é um dos alimentos mais nutritivos que existem e calórico também. O milho assado, cozido, a pamonha, a canjica e o munguzá são os alimentos mais consumidos. Nas casa fazem verdadeiros mutirões pra preparar as  comida de milho.  Além das danças como forró e  quadrilhas  de origem francesa.

O dia de São João (24) é feriado nos nove estados do Nordeste do Brasil e cada um deles tem sua forma bem particular de comemorar este dia. O governo do estado sempre negocia o feriado de Corpus cristi com a vespera de São João que é na verdade o dia mais comemorado do mes. É uma festa que se assemelha em termos de valor folclórico aos festejos natalinos. Cidades como Caruaru-PE e Campina Grande-PB festejam o mes inteiro. Outra comemoração é São Pedro (dia 29) que é menos valorizado mas ainda muito comemorado.

No ultimo fim de semana do mes de junho ocorre também o desfile do boi bumbá em Parintins no Amazonas. Segundo a lenda, Pai Francisco  e Mãe Catirina, eram trabalhadores de uma fazenda, e ela grávida, deseja comer a língua do boi mais bonito da fazenda. Para satisfazer o desejo da mulher, Pai Francisco manda matar o boi de estimação do patrão. Pai Francisco é descoberto, tenta fugir, mas é preso. Para salvar o boi, um  pajé é chamado e o boi ressuscita. Pai Francisco e Mãe Catirina são perdoados e há uma grande comemoração.  É feito um grande desfile, com a disputa de duas agremiações: o boi garantido (vermelho) e o boi caprichoso (azul) e são usadas Figuras típicas regionais e Lendas Amazônicas. É um verdadeiro espetáculo.  

Estamos ja chegando no final do mes, assim este fim de semana será muito movimentado com o final destas festanças e tudo isto tem sido regado com muita chuva.

Um beijo pra TODOS

 

Read Full Post »

Oi gente!

A quanto tempo não escrevo por aqui… Muito tempo. Da última vez meu texto levantou mais uma polêmica familiar e eu silenciei um pouco.  Mas com tantas datas importantes estou sentindo vontade de voltar a escrever. E decidi falar sobre as aniversariantes do dia: as cidades de Recife e Olinda.

Afinal não é todo dia que se completa 473 (Olinda) e 471 (Recife). Em comum, as duas aniversariantes realizam o tradicional corte do bolo. Recife um de 471 kg, com o corte às 19h pelo prefeito João Paulo, na Praça do Arsenal da Marinha, e em Olinda,  um “bolinho” de 200 quilos para o “parabéns pra você”, às 18h, com a Prefeita Luciana, no Alto da Sé. Muitas apresentações artisticas, carnalescas, além de cinema com curtas metragens estão previstas para as duas cidades.

A História delas inicia-se em 1500, logo após o descobrimento do Brasil,  pois corsários e piratas ingleses, franceses e holandeses viviam saqueando as riquezas da terra recém descoberta. Era necessário colonizar  e administrar o Brasil de forma eficiente. Assim em 1534, Portugal criou as capitanias hereditárias e a de Pernambuco foi dada a Duarte Coelho Pereira, que tomou posse, desembarcando, em 9 de março de 1535, na feitoria próxima de Itamaracá e  seguiu para o sul em busca de um lugar para se instalar. Encontrou um local estrategicamente ideal, no alto de colinas, onde existia uma pequena aldeia que os  índios chamavam de Marim,  instalando aí o povoado que deu origem a Olinda.

Conta-se que o local era tão aprazível, que,  o nome Olinda foi dado a partir de uma frase dita por Duarte Coelho: “Ó linda situação para se construir uma vila”. Não se sabe o dia da fundação de Olinda; sabe-se que o povoado prosperou tanto, que em  12 de março de 1537, Duarte Coelho enviou ao rei de Portugal, uma carta de doação que descrevia todos os lugares e benfeitorias existentes na Vila de Olinda. Nas praias, a vila foi fortificada para a defesa e do alto das colinas se expandiu em direção ao mar, ao porto e ao interior onde ficavam os engenhos de açúcar.  Olinda tornou-se um dos mais importantes centros comerciais da colônia, enriquecendo a tal ponto que disputava com a Corte portuguesa em luxo e ostentação. Recife  era apenas o porto utilizado para escoar a produção local.

Essa situação alterou-se a partir de 1630, quando os holandeses (atraídos pela riqueza) ocuparam Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte.  Acostumados que estavam às terras planas da Holanda, os holandeses liderados pelo Conde Mauricio de Nassau, preferiram estabelecer-se em Recife e incendiaram Olinda, após retirar os materiais nobres das edificações para construir suas casas em Recife. Culto, Nassau (que assumiu o governo das possessões holandesas no Brasil em 1637), trouxe da Europa grandes arquitetos, engenheiros e paisagistas que deram um ar de metrópole à ao Recife, traçando e  planejando ruas e construindo várias  pontes.

Várias das obras urbanísticas dos tempos de Nassau são ainda visíveis na cidade; alguns dos quadros pintados pelo holandês Frans Post no Brasil são hoje importante documentos que retratam o país naquela época; veja algumas obras de Post, retratando o Brasil, no museu do Louvre, em Paris (http://www.recifeguide.com/brasil/informacoes/historia.html).

Quando os holandeses foram expulsos, em 1654, Recife tinha-se tornado importante entreposto comercial. A rivalidade entre os senhores de engenho, que tornaram a ocupar Olinda, e a emergente classe comerciante que se formara em Recife resultou na Guerra dos Mascates.

Os poderosos controlavam a Câmara Municipal de Olinda e os recifenses queriam tomar parte dela. A grande vitória dos recifenses ocorreu com a criação de sua Câmara Municipal em 1709, que libertava, definitivamente, os comerciantes da autoridade política olindense e finalmente em 1711 o fato se consumou: Recife foi equiparada a Olinda e Recife foi elevada a condição de capital de Pernambuco e assim terminou a Guerra dos Mascates.

Sites consultados:

http://www.suapesquisa.com/historiadobrasil/capitanias-hereditarias.htm

http://www.olinda.pe.gov.br/portal/historia.php

http://pt.wikipedia.org/wiki/Guerra_dos_Mascates

Um beijo pra TODOS

Read Full Post »

Eu e meus irmãos elegemos o último domingo de cada mes para  nos unirmos para bater papo e matar as saudades. Pelo menos aqueles que não teem oportunidade de se encontrar sempre terão esta chance. Geralmente vamos o Shopping Tacaruna, onde ocupamos muitas vezes duas mesas da praça da alimentação e conversamos, almoçamos, alguns vão fazer comprar, outros fazem pagamentos,  outro vão ao cinema enquanto continuamos nas mesas conversando e  temos oportunidades para matar as saudades uns dos outros. Na verdade foi por isto mesmo que escolhemos este dia, para não nos distanciarmos, pois como somos muitos e nossa criação foi dividida, um grupo foi junto com nossos pais para São Paulo e outro ficou em Recife com Nossa irmã mais velha  e o  marido. É como se nossa família tivesse sido dividida entre os dois pais pra terminarem sua formação e sua iniciação na vida de casados. Isto já é um motivo de distancia, pois sentimos que nos amamos mas somos dois grupos distintos, os mais velhos e os mais moços. Acho que só o final de um grupo e o começo do outro não tem esta sensação de distancia tão forte.

Algumas vezes trocamos o local de encontro para a casa de alguns, acho bem mais agradável pois passamos um dia mais a vontade, levamos um prato e nossa bebida, cantamos Karaokê e nos divertimos muito.

Somos uma familia grande, com pessoas bem esclarecidas e que sabem que a vida aqui é passageira e temos que fazer dela um caminhar agradável, pra melhorar  a nossa qualidade  de vida e nosso bem estar, bem como a dos que nos cercam. Só lamentamos que nunca conseguimos reunir todos os irmãos. Alguns moram distante, quase sempre há um desencontro, um esquecimento ou mesmo uma acomodação em alguns que nunca comparecem. No geral, a presença maior é feminina, pois as mulheres são mais fiéis neste tipo de compromisso. O sexo masculino é representado algumas vezes por alguns dos maridos que sempre gostam de acompanhar as esposas e valorizam estes nossos encontros.

A maioria, talvez todos, temos problemas de saúde, mas a nossa fé em Deus sempre nos deixa ver que isto é uma coisa normal e inerente ao nosso caráter humano e que conseguimos superar e conviver com isto pois, não sabemos o motivo pelo qual estamos sentindo o que não queremos. E este encotro é o momento de darmos força uns aos outros mais diretamente e estarmos cada vez mais próximos.

Estou falando deste assunto porque hoje é o último domingo de janeiro e portanto o nosso primeiro encontro do ano de 2008 e que espero seja cada vez melhor e mais concorrido.

beijo pra TODOS

Read Full Post »

Aniversários da familia

Nossa familia é muito grande, então muitas datas de niver não são lembradas por alguns, daí recorri a Odete que tinha juntamente com mamãe o calendário com grande número de datas e vamos ver por mês:

Janeiro: 03 – Bebeta; 04-Pedrinho; 10-Gorete e Salete; 11-Sandra Paula; 23-Gabi; 30-Ericina; 31-César.

Fevereiro: 03-Caio; 09-João Pedro; 17-Artur;  24-Tio Luiz Costa.

Março:  12-Patricia; 13-Ronaldo e Tia Salomé; 19-Júnior; 21- Hermano e Pedro; 22-Suelí.

Abril: 01-Gabriel;  16-Elza; 27-Bidinha; 28-Augusto.

Maio: 02-Cris; 03-Papai; 12-Mircia; 28-Bruno Hamilton.

Junho: 13- Alessandra; 15-Ulisses; 16-Rafael.

Julho: 28-Bete; 29-Suzana.

Agosto: 24-Bida; 25-Fabricio; 26-Hamilton; 31-Tela.

Setembro: 14-Bruninho; 18-Gustavo; 20-Lucas e Tiago; 28-Nícolas.

Outubro: 05-Fabio Luís; 15-Heleninha, Ana e Lia; 21-Vicente; 22-Wendel; 27-Márcia e Mércia; 28-Michele.

Novembro: 11-Bertha e Odete; 21-Stelinha.

Dezembro: 07-Rose; 08-Simone e Catarine; 11-Flávio, 26-Vando; 29-Janete.

25

Para completar a lista precisamos da data de niver de:

Murilo marido de Simone; Samir marido de Alessandra; Fabio marido de Cate; Marcos marido de Suzana; Fátinha esposa de Fabricio; Iara esposa de Fábio;  Davi filho de Fábio; Ana Luisa filha de Artur, Ira de Paulinha.  

Por favor quem tiver ou souber destas datas envie para mim, para completar a lista, bem como se por acaso esqueci de alguém, me informem.

Beijo pra TODOS

Read Full Post »

Older Posts »